Café Brasileiro

/ Por marketing

Thumbnail

Depois da água, o café é a bebida mais consumida no mundo. Sua variedade de tipos com aromas, sabores e preparações, o tornam uma bebida extremamente versátil e que agrada a diferentes gostos e paladares.

O Brasil é hoje o maior produtor de café do mundo, responsável por exportar mais de 40 milhões de sacas em 2019 e sua produção corresponde a um terço do volume mundial!

Neste artigo, vamos descobrir quais os principais tipos de café produzidos e exportados pelo Brasil e quais são os principais destinos desse café.


Tipos de Café Produzidos

Os principais tipos de café que o Brasil produz e exporta são o café Arábica e o Robusta. Ambos possuem inúmeras variações, com sabores e aromas distintos. 

Café Arábica – Um café com gosto mais adocicado e ligeiramente ácido, porém rico em aroma e muito perfumado.

O local ideal para o cultivo desse tipo está entre 600 e 2000 metros de altitude: quanto maior a altitude, mais chances de obtenção de grãos de excelente qualidade. 
Os cafés “gourmet” são feitos a partir desse tipo de grão.

Os maiores cultivadores desta espécie são os países da América do Sul e Central, assim como alguns países da África e Ásia. Este grão é conhecido por suas numerosas variedades, como Catimorra, Mundo Novo, o conhecido Bourbon, entre muitos outros. 

Hoje, o ‘Arábica’ representa três quartos da produção mundial de café. 


Café Robusta – Mais conhecido por seu sabor mais amargo, marcante e persistente. Fornece cerca de um quarto da produção mundial.

Cresce em altitudes compreendidas entre o nível do mar e 600 metros, resiste bem em condições climáticas quente e úmidas. É uma espécie mais frutífera e, por isso, sua produção por planta é ligeiramente superior à do Arábica. 

É muito utilizado para a fabricação do café instantâneo, já que possui mais substâncias solúveis em sua composição. 


A harmonização ou junção desses diferentes tipos de grãos e suas variações, unindo seus aromas e sabores diferentes, é muito comum e conhecida como Blends.

Os blends, ou misturas, de café já existem há muito tempo, especialmente entre cafés Arábica. A mescla café Robusta e Arábica está presente entre os cafés commodity, uma vez que o Robusta é mais barato. 



Mercados do Café Brasileiro

Esses sãos os principais destinos do café brasileiro, com o valor FOB total em dólares das exportações em 2019:

1º Estados Unidos – 903,05 milhões
2º Alemanha – 789,65 milhões
3º Itália -466,62 milhões
4º Japão – 340,38 milhões
5º Bélgica – 302, 24 milhões


Em 2019, o Brasil exportou para 128 países e gerou uma receita cambial no ano de U$5,1 bilhões de dólares! As exportações de café verde e café solúvel bateram seus recordes de exportação no ano.

Um ponto de destaque é que as exportações de cafés diferenciados tiveram um aumento de 21,2% em relação a 2018, o que mostra um crescimento na busca internacional pelos cafés especiais brasileiros.  

A tendência para os próximos anos é também de crescimento! É estimado uma expansão de 34,2% na receita com as vendas de café - tradicionais e especiais - entre 2019 e 2024, de acordo com um estudo publicado pelo banco holandês Rabobank. 

Investimentos nesse mercado continuarão a ser favoráveis nos próximos anos, principalmente no setor de cafés especiais!


Se sua empresa trabalha com café ou pretende iniciar neste negócio, a B2Brazil pode te ajudar gerando grandes oportunidades. Com mais de 150 mil empresas cadastradas, na plataforma você pode encontrar compradores e vendedores dos mais diferentes tipos de café do Brasil e do mundo. Venha conhecer!

marketing
marketing

Usuário Marketing

Você também pode gostar