Formas de pagamento na exportação e suas vantagens

/ Por marketing

Thumbnail

Enfim, após muitos contatos, dúvidas solucionadas, acordo sobre quantidade e preço, a negociação avançou e a exportação está prestes a ser fechada.

Nesse momento, muitas empresas ficam em dúvida de como será feito o pagamento, se precisam fazer alguma coisa, quais as opções e quais os riscos.

É preciso que o exportador tenha alguns cuidados e faça uma atenta avaliação cadastral do seu iminente importador, buscando obter informações sobre a sua credibilidade financeira e econômica.

Faz-se necessário que seja definida uma modalidade de pagamento que disponha o mínimo de risco ao negócio


Modalidades de Pagamento

1. Pagamento Antecipado
É a forma mais favorável ao exportador. A empresa que está comprando paga antecipadamente pelo produto. As informações da negociação estão detalhadas em um contrato assinado previamente.

Esta modalidade coloca o importador em risco e na dependência do exportador.

Costuma ser utilizada quando a empresa compradora quer garantir uma menor taxa de câmbio e evitar um aumento de preço, além de possibilitar uma negociação de desconto. Pode ser utilizada também quando o exportador precisa dos recursos para a produção.


2. Remessa sem Saque
É uma forma com grande agilidade, com menos burocracia para o importador, porém implica alto risco para o exportador.

De forma simples, o vendedor envia a mercadoria e sua documentação e, só depois da liberação da mercadoria no destino, recebe o pagamento.

Pela falta de garantia de recebimento para o exportador, é mais rara.


3. Cobrança Documentária
É a forma caracterizada pela participação bancária como gestor da operação.

O vendedor embarca a mercadoria e remete os documentos de embarque à um banco, que envia para o banco do comprador, para que sejam apontadas as informações para pagamento (à vista ou a prazo). Para o importador desembaraçar a mercadoria na alfândega, precisará ter em mãos os documentos apresentados para a cobrança.

É uma das modalidades mais burocráticas e complexas, porém muito segura.


4. Carta de Crédito
É a uma forma muito utilizada e com grande aceitação.Oferece garantias tanto ao importador como ao exportador.

O comprador deve pedir crédito à uma instituição bancária. Após análise e aprovação do processo, o banco se compromete a efetuar o pagamento ao vendedor. A garantia de pagamento fica condicionada ao envio da mercadoria.

Apenas com as exigências atendidas, se concretiza o negócio.


Conclusão:
Existem diferentes formas de receber pagamentos internacionais, todas com vantagens e burocracias. 

A escolha da melhor modalidade para sua empresa deve levar em conta diversos fatores, como o valor da transação, regras cambiais, custo operacional bancário, o perfil das partes envolvidas e nível de confiança entre elas, velocidade necessária na documentação e habilidade de negociação.


O B2Brazil é o maior portal B2B da América Latina, focado em negócios digitais, com uma experiente equipe de Comércio Exterior pronta para ajudar as pequenas e médias empresas que querem participar do mercado internacional, desde a prospecção e promoção internacional até demandas operacionais.

Acesse nossa plataforma e fale conosco.

marketing
marketing

Usuário Marketing

Você também pode gostar