As principais moedas do mundo

/ Por marketing

Thumbnail

A moeda é essencial para o funcionamento do mercado internacional, pois é por meio dela que as trocas são realizadas. Sem moedas não há compras nem vendas. 

Entender, portanto, sobre câmbio, valorização e desvalorização de moedas vai além da curiosidade. Esse conhecimento é muito valioso na hora de tomar decisões comerciais estratégicas, pois a moeda e a sua variação de valor impactam diretamente nos lucros da sua empresa, na liquidez de um mercado, balança comercial e toda a economia de um país.

Ter conhecimento sobre as moedas mais valorizadas pode ser um fato curioso, mas é principalmente um conhecimento para suas decisões estratégicas na hora de enviar ou receber quantias do exterior.

Vamos entender um pouco mais sobre as moedas em relação ao dólar, ou seja, aquelas que são as mais caras e demandam mais dólares para serem compradas. 

Dólar dos Estados Unidos
O dólar dos Estados Unidos é a moeda mais forte do mundo, principalmente após a Segunda Guerra Mundial, quando o país assumiu o posto de liderança econômica mundial. Se tornou referência para transações comerciais no mundo inteiro.

Além de possuir o título de “Reserva Cambial Mundial”, o dólar americano é mundialmente aceito. Há diversas aplicações do dólar que o tornam muito forte, como o fato de diversos governos o usarem para equilibrar suas balanças de importações e exportações.

Euro
Preços médios:

  • 1 euro = 1,20 dólares americanos
  • 1 euro = 6,60 reais 

A força do euro está relacionada ao fato de que ele é a moeda oficial da União Europeia a qual contabiliza 27 países. Além disso, o euro é a segunda maior reserva cambial do mundo, representando 22,2% das poupanças mundiais.  

Libra Esterlina
Preços médios:

  • 1 libra esterlina = 1,30 dólares americanos
  • libra esterlina = 7,30 reais  

Ainda que seja uma das moedas mais conhecidas, a libra esterlina aparece na quinta posição de moeda mais valorizada do mundo em relação ao dólar, e é emitida pelo Banco da Inglaterra. Cada colônia britânica emite sua própria célula, o que as torna diferentes entre si em termos de aparência, todavia a cotação entre elas é sempre de 1 para 1.

Iene
Preços médios:

  • 1 iene = 0,01 dólares americanos
  • 1 iene = 0,05 reais 

O iene, moeda oficial do Japão, é a terceira moeda mais negociada no mundo. É muito usado como moeda de reserva, depois do dólar americano, do euro e da libra esterlina, principalmente pelos países asiáticos. 

Franco Suíço
Preços médios:

  • 1 franco suíço = 1,10 dólares americanos
  • 1 franco suíço = 6,10 reais

A Suíça é um dos países mais ricos e estáveis do mundo, por isso não é estranho que sua moeda também seja muito forte e valorizada. Sem contar que o alto desenvolvimento tecnológico suíço é um grande atrativo para negócios.

Dólar canadense 
Preços médios:

  • 1 dólar canadense = 0,80 dólares
  • 1 dólar canadense = 4,20 reais 

Com a quinta maior reserva cambial do mundo, o dólar candense também é conhecido como “loonie”. Recentemente, o Canadá tem sido um destino muito procurado por brasileiros para turismo, imigração e, é claro, negócios. 

Peso argentino
Preços médios:

  • 1 peso argentino = 0,01 dólares
  • 1 peso argentino = 0,06 reais 

O atual peso argentino está em circulação desde 1992, e o seu nome é sobretudo uma herança da colonização espanhola na América Latina. O peso argentino fecha 2020 como uma das moedas de pior desempenho entre mercados emergentes pelo sexto ano consecutivo.

Dinar kuwaitiano 
Preços médios:

  • 1 dinar kuwaitiano = 3,30 dólares americanos
  • 1 dinar kuwaitiano = 17,70 reais 

Mesmo sendo uma moeda pouco conhecida, é a moeda mais cara do mundo. Seu alto valor pode ser explicado pelo fato da sua economia ser baseada na produção e exportação do petróleo (mais de 80% das suas receitas são provenientes dessa indústria). Para mais, o Kuwait é um país com alto índice de desenvolvimento humano (0,771) e economia estável.  

E o Real?
O Real é a moeda com o pior desempenho no mundo em 2020. Economistas explicam que a dificuldade do governo para equilibrar as contas e fazer a economia crescer torna os investimentos aqui mais arriscados. Somado a isso, os juros baixos também explicam a desvalorização. 

O real é a moeda com maior queda em relação ao dólar em 2020. A moeda americana acumula uma alta de 40% comparada à brasileira no ano, maior queda em uma lista de 30 países. Em janeiro de 2020, cada dólar valia R$ 4,0232.

Claro que esses valores variam de acordo com a flutuação da taxa de câmbio, o que por sua vez impacta diretamente nos valores das operações de compra e venda, por isso na hora de fechar um negócio é muito importante escolher instituições financeiras sérias, confiáveis e que te ofereçam um fechamento de câmbio prático e acessível. 

É possível acompanhar o movimento das cotações analisando as notícias comerciais do local, e também buscar soluções que vão otimizar e trazer benefícios na hora de comprar ou enviar dinheiro para fora do país.

Pensando nisso, em parceria com o Bexs, banco líder em pagamentos digitais internacionais no Brasil, a B2Brazil criou o Câmbio+! Com ele você poderá contar com tarifas cambiais competitivas, voltadas para os pequenos e médios empreendedores, e um atendimento consultivo personalizado para realizar serviços financeiros, como transações comerciais, câmbio e  declaração de capitais entrantes no país, entre outros. 

Faça já sua cotação! https://b2brazil.com.br/cambio-mais

B2B Academy
B2brazil
Cursos CNI
marketing
marketing

Usuário Marketing

Você também pode gostar