Superávit e Déficit: o que são?

/ Por marketing

Thumbnail

Agora que já sabemos o que é Balança Comercial e sua importância para a economia e comércio exterior, vamos falar um pouco sobre o que é superávit e déficit, termos muito comuns na economia.

Superávit
O superávit é um termo que indica que as exportações de um país foram em maior valor que suas importações. Em outras palavras, entrou mais dinheiro no país se comparado à quantia que saiu por meio das importações no período analisado.

Superávit Primário
O superávit primário é o resultado positivo de todas as receitas e despesas do governo, Esse tipo de superávit representa o equivalente ao que o governo consegue economizar para o pagamento de juros da dívida pública.

Vale destacar que, em 2000, foi sancionada a Lei de Responsabilidade Fiscal. Lei que impede que presidentes, governadores ou prefeitos não gastem mais do que arrecadam e também não acumulem dívidas para o mandato seguinte, no intuito de estimular o atingimento do superávit primário.

Superávit Nominal
O superávit primário exclui da conta os juros da dívida pública. Ao fazer isto, o termo indica a situação fiscal do governo.

O resultado do superávit nominal representa a arrecadação de impostos menos os gastos, incluindo os juros da dívida. É aquele usado para a quitação total de dívidas públicas.

Por que o superávit é importante?
Assim como em outros orçamentos, as contas públicas seguem a seguinte lógica: se você ganha mais do que gasta, isso significa que existe um excedente.

Esse excedente, no caso das contas públicas, pode ser utilizado para:

  • Reduzir as dívidas públicas;
  • Obter mais crédito;
  • Reinvestir em setores importantes para a população;
  • Criar uma barreira de proteção financeira para os períodos seguintes, trazendo mais segurança ao Governo e à economia do país.


Atingir um resultado primário positivo (superávit) é um passo crucial para manter a dinâmica da dívida pública controlada, o que significa menor risco ao mercado.

Déficit
O déficit, por sua vez, representa o saldo negativo decorrente de quando o valor das importações (compras internacionais) supera o valor das exportações (vendas para outros países). Na prática, o déficit é o resultado de quando o país gastou mais do que recebeu.

Quando um déficit ocorre, é relevante determinar quais são os pontos mais frágeis da balança comercial daquele país. Algumas áreas podem ser dependentes de produtos que vem de fora. Um caso comum são países em desenvolvimento que tendem a exportar commodities e matérias-primas de baixo valor agregado, enquanto suas importações, em geral, tendem a se basear em produtos com maior valor agregado (eletroeletrônicos, tecnologia de ponta, veículos e semelhantes).


O Brasil tem 20 mil empresas exportadoras, das quais 40% são pequenos negócios. O valor comercializado, porém, não chega a 1% do total do Brasil.

Se sua empresa quer exportar, acesse a maior plataforma B2B da América Latina, com 170 mil empresas de todo o mundo cadastradas. Desde o plano gratuito é possível incluir produtos e fazer contato com compradores internacionais.

Conecte-se gratuitamente para obter novas parcerias! Nossa equipe está pronta para ajudar a sua empresa. Acesse: https://b2brazil.com.br

B2B Academy
B2brazil
Cursos CNI
marketing
marketing

Usuário Marketing

Você também pode gostar