O mercado do mel brasileiro

/ Por marketing

Thumbnail

Os benefícios do mel  são diversos. É rico em nutrientes, atua como agente antioxidante e é uma ótima fonte de energia. A produção apícola nacional ganhou força com a pandemia e se beneficia com o crescimento da demanda externa.

Não são todas as flores que produzem néctar suficiente e indicado para produção de mel, e de acordo com o tipo de flor, muda a coloração do mel – mais claro (flor de laranjeira) e mais escuro (flor de eucalipto) – e sua viscosidade. Os tipos mais comuns de mel são de Eucalipto, de Laranja, de Assa-peixe e Silvestre.

Antes de estar pronto para ser vendido, o mel passa por diferentes etapas: é filtrado, decantado e passa por uma análise de qualidade para verificar se houve algum tipo de mistura.

EXPORTAÇÕES EM ALTA
O crescimento das exportações do agro brasileiro vai além da soja, das carnes, do açúcar, do café e do algodão. O mel e a cera de abelha, também têm contribuído para elevar as vendas externas do setor. Nos primeiros sete meses do ano, a cadeia apícola teve alta de 39,6% em valor e de 79,3% em peso exportado, em relação ao mesmo período de 2019, segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

De janeiro a junho, o Brasil exportou 20.262 toneladas do produto, volume 77% maior do que foi exportado em 2019 que atingiu, no mesmo período, a marca de 11.429 toneladas. Os cuidados com o mel exportado são maiores, independente de ser mel convencional e não o orgânico.

Neste ano, os principais parceiros do setor foram os Estados Unidos e Alemanha, mas também podemos destacar as vendas para o Canadá, Bélgica, Holanda, Austrália e Dinamarca.

A China é o maior produtor mundial, mas está no seu limite. O segundo maior produtor de mel natural é a Turquia, sem participação expressiva no mercado global, seguida pela Argentina. O Brasil é reconhecido como exportador de mel de alta qualidade, apesar de ocupar 11ª posição, tendo ainda muito espaço: em 20 anos mais que dobrou sua produção e sempre com alta demanda.

O POTENCIAL DO MEL ORGÂNICO
A preocupação com a saúde e com o meio ambiente têm aumentado a busca por produtos orgânicos no Brasil e no mundo. Isso abre oportunidades para os apicultores, que podem investir na produção de um mel mais saudável, com todas as vitaminas e propriedades intactas.

Para ser considerado orgânico, o apiário deve estar localizado em uma área nativa ou de agricultura orgânica, e com todos os materiais utilizados devem ser orgânicos, como telhas, produtos de limpeza e ceras. Também, durante a extração e beneficiamento, os equipamentos precisam ser feitos de inox para evitar qualquer tipo de contaminação.

De acordo com o USDA (2020), 91% de todo o mel orgânico importado pelos Estados Unidos em 2018 foi procedente do Brasil.

As importações de mel orgânico ganharam notoriedade desde 2014. Atualmente, os principais países importadores do mel orgânico são os EUA, Alemanha, França. Japão, Reino Unido e Bélgica.

PRINCIPAIS POLOS NACIONAIS
A produção brasileira de mel atingiu volume de 42.346 toneladas em 2018.

Os maiores produtores são o Rio Grande do Sul, em primeiro lugar, com 6,4 mil toneladas, o que corresponde a 15,2% de todo o mel produzido no País; seguido por Paraná, Piauí, São Paulo e Minas Gerais. O Paraná se destaca como o líder nacional nas exportações de mel. Apenas no primeiro semestre deste ano, exportou 4.987 toneladas.

Investimentos devem ser feitos para atingir mercados com maior poder econômico, como melhorar a qualidade, agregar valor ao produto e diversificar a produção (própolis, pólen). A diferenciação do mel brasileiro através de pesquisas científicas sobre os benefícios na saúde que os vários tipos de méis produzidos no Brasil podem ter, poderiam fazer nosso mel deixar de ser vendido com base somente nas características físico-químicas para ser comercializado como alimento funcional.

Com a preocupação mundial em relação a contaminação de produtos, todos os elos da cadeia produtiva devem ficar atentos às exigências dos mercados consumidores com relação à qualidade, permitindo um aumento da produção de forma sustentável.


Se sua empresa produz mel e tem interesse em participar do comércio internacional, não deixe de falar com nossa equipe. Nossa plataforma conta com mais de 165 mil empresas buscando oportunidades de negócios. Acesse https://b2brazil.com.br/ e fale com nossa equipe.

B2B Academy
B2brazil
Cursos CNI
marketing
marketing

Usuário Marketing

Você também pode gostar