O Mercado do Couro

/ Por marketing

Thumbnail

O couro é um produto em alta devido à sua aplicação em setores como de calçados, mobiliário, automobilística, tapeçaria e vestuário. Com mais de 400 curtumes, o Brasil é um dos maiores produtores de couro do mundo, mercado que movimenta quase 10 milhões por ano.

Não diferente da maioria dos segmentos, o mercado do couro se viu em crise durante a pandemia da Covid-19. Apesar das dificuldades enfrentadas, as expectativas para o futuro são promissoras, já contando com um significativo aumento desde o segundo semestre de 2020.

O processo de produção do couro é bastante complexo, já que exige a combinação de altos padrões de produção industrial, para garantir a padronização, qualidade e sustentabilidade, com a sensibilidade e a arte que o fazem tão atrativo. Dessa forma, são diversas as etapas para sua produção, desde a preparação até o acabamento para garantir sua beleza, durabilidade e estabilidade em relação à variação da temperatura.

Por ter o maior rebanho comercial do mundo, o Brasil garante destaque nesse segmento, aparecendo entre os quatro maiores produtores mundiais de couro, e apresenta exportação de mais de US$ 2 bilhões por ano, segundo dados da CICB - Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil. Entre os países exportadores, nosso país aparece entre os três maiores. Essa informação é relevante tendo em vista que exportamos 80% de nossa produção, principalmente para as indústrias moveleira e automotiva.

As expectativas para o setor no primeiro semestre de 2020 eram de crescimento, já que o dólar estava passando por um momento de valorização. A pandemia da Covid-19 mudou o curso das coisas, gerando baixa na demanda internacional e redução de embarques, o que deixou o mercado mais travado. Já no segundo semestre, com a abertura gradual do comércio, o cenário começou a apresentar melhoras. As exportações voltaram a crescer e os preços reagiram. A queda no número de animais abatidos também ajudou na valorização do preço do couro.

Segundo informações da Scot Consultoria, para 2021 as expectativas são boas, a retomada da economia mundial deve garantir que alguns setores, como o automobilístico e moveleiro, impulsionem a busca pelo produto brasileiro. 

Vale ressaltar que o processo brasileiro se modernizou e está de acordo com as regras exigidas pelo mercado internacional, indo de encontro com a forte tendência dos consumidores optarem por empresas que ofereçam produtos sustentáveis. O couro brasileiro é referência em diversos aspectos, mas temos boas oportunidades de melhorias. Na busca pela sustentabilidade dos produtos, tanto consumidores quanto marcas buscam entender com maior detalhe todas as etapas da cadeia produtiva. Assim, os programas de rastreabilidade se tornam mais importantes ano após ano. 

Entre os principais países que importam o couro brasileiro podemos citar: China, Estados Unidos, Itália, Vietnã, Alemanha, Hong Kong, México, Tailândia, Hungria e Índia. Os principais estados produtores são Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná e Goiás.

Se você quer receber o contato de empresas compradoras internacionais interessadas nesse e em outros produtos brasileiros de destaque, faça parte da B2Brazil, o maior portal B2B da América Latina! Aqui desde o cadastro gratuito de sua empresa você consegue se conectar com empresas de todo o mundo e tem ótimas oportunidades de negócios.

B2B Academy
B2brazil
Cursos CNI
marketing
marketing

Usuário Marketing

Você também pode gostar