O mercado de exportação para os cosméticos brasileiros

/ Por marketing

Thumbnail

Os cosméticos brasileiros são reconhecidos internacionalmente por sua vasta diversidade e alta qualidade. Esse setor vem crescendo e ganhando espaço no mercado externo a cada ano, tornando o Brasil um dos maiores produtores de cosméticos do mundo.

Durante o ano de 2019, as exportações da indústria brasileira de de HPPC (Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos) alcançaram o valor de US$ 595,4 milhões, exportando para mais de 165 países, segundo levantamento da ABIHPEC.

15 países representam 87.4% das exportações de 2019:

Argentina US$ 147,6 mi = 24.8%
Colômbia US$ 69,3 mi = 11.6
México US$ 57,2 mi = 9.6
Paraguai US$ 46,5 mi = 7.8%
Chile US$ 46,4 mi = 7.8%
Peru US$ 36 mi = 6%
Uruguai US$ 25,3 mi = 4.3%
Bolívia US$ 19,4 mi = 3.3%
Estados Unidos US$ 18,3 mi = 3.1%
Equador US$ 14,2 mi = 2.4%
Venezuela US$ 12,3 mi = 2.1%
Portugal US$ 10,4 mi = 1.7%
Emirados Árabes Unidos US$ 7,3 mi = 1.2%
Arábia Saudita US$ 5,1 mi = 0.9%
Panamá US$ 5 mi = 0.8%


Cada país segue uma norma e é preciso fazer um estudo sobre a legislação antes de iniciar as exportações. A empresa deve seguir todos os requisitos.

Os países também têm exigências de rotulação, sobre o que está escrito, tamanho da letra, idioma, ingredientes, instruções de uso. Importante olhar sobre o registro de marca, o sanitário e o regulatório de consumidor. Atualmente os países já tentam criar um consenso e são parecidos, mas fundamental averiguar.

Pequenas e médias marcas brasileiras começam a vislumbrar maior participação em mercados estrangeiros. “Muitos negócios têm migrado para Portugal, que é uma boa porta de entrada para a Europa, e países árabes também. Além disso, América Latina atrai as marcas pela proximidade geográfica”,  afirmou o superintendente da Beauty Fair.


Comportamento do consumidor e principais diferenciais

Ao buscar por produtos cosméticos, o consumidor preza principalmente por informações e benefícios oferecidos. Saber a composição desses produtos, como foram produzidos e testados influencia de forma direta na decisão de compra do público.

Atualmente o mercado para produtos veganos e cruelty free estão cada vez mais aquecidos e com grande demanda.

O gestor do Setor de Cosméticos da Apex-Brasil, Marco Aurélio Lobo, reforçou que o cosmético brasileiro precisa de identidade, ter “a cara do Brasil”, sem esquecer das adaptações aos mercados aonde quer chegar.


Marketing digital e Redes sociais

A indústria cosmética tem se beneficiado do crescente uso das redes sociais, dando destaque para Youtube e Instagram. Essas ferramentas não somente influenciam os grupos de consumidores, como também geram demanda por produtos cosméticos, principalmente através dos influenciadores digitais.

Aproveitar esse cenário para expor sua marca, conquistar autoridade, atrair e fidelizar clientes pode ser a chave para o seu negócio. O marketing digital é uma ferramenta que pode aumentar o alcance da sua mensagem e ainda pode personalizar e estreitar o relacionamento com o consumidor. 

 

As rodadas de negócios e feiras internacionais tem um papel muito importante na promoção comercial, no entanto, no momento de pandemia que estamos vivendo e com a crescente necessidade da transformação digital das empresas, as plataformas online se tornam a melhor alternativa de fomentar oportunidades internacionais.

A B2Brazil é a maior plataforma de negócios online B2B da América Latina e estamos preparados para ajudar o setor a alavancar os negócio.

Fale com nossa equipe!

marketing
marketing

Usuário Marketing

Você também pode gostar