O Agronegócio no Brasil e no Mundo

/ Por marketing

Thumbnail

O agronegócio corresponde à união de diversas atividades produtivas ligadas a diversos setores fornecendo produtos da agricultura e pecuária. O agro é um processo que envolve a produção, fornecimento e a utilização de tecnologias e biotecnologias para alcançar níveis elevados de produtividade alimentícia. Assim, o agronegócio movimenta vários setores da economia como por exemplo parte do negócio depende de bancos que fornecem créditos rurais, indústrias que produzem insumos agrícolas como fertilizantes, inseticidas, herbicidas e sementes selecionadas, lojas e consórcios de tratores, lojas veterinárias que fornecem vacina para pecuária, entre outros.

Logo, é notório que a agropecuária demanda grande interdependência com relação a diversos ramos econômicos, o que traz alto grau de importância econômica para atividade no Brasil e no mundo.

No Mundo
O desenvolvimento da agropecuária mundial é feito de forma diferente em cada parte do mundo conforme os incentivos governamentais e o acesso a tecnologia. Países subdesenvolvidos tendem a praticar uma agricultura de subsistência, já países em desenvolvimento e desenvolvidos podem utilizar suas particularidades climáticas, alta mecanização e tecnologia para aumentar sua produtividade de diversas culturas.

Um dos desafios do agronegócio mundial é aumentar a produção para atender a demanda populacional nos próximos anos. Segundo a FAO (Organização para a Alimentação e Agricultura), será necessário um aumento de 70% na produção mundial de grãos até 2050. A organização estima ainda que 80% desse aumento virá do ganho de produtividade, 10% da expansão de áreas cultiváveis e 10% da substituição de outras culturas por commodities.

No Brasil
O Brasil se consolidou como ator global no setor da agropecuária nos últimos 25 anos e o agronegócio brasileiro alcança grandes taxas de produtividade posicionando o país como uma potência mundial do setor.

O Brasil é o terceiro maior produtor de alimentos do mundo, ficando atrás apenas de China e Estados Unidos. Além disso, o país exporta alimentos para diferentes países do mundo. Nos últimos anos o Brasil passou os Estados Unidos e se tornou o maior produtor e exportador mundial de soja, uma das principais commodities do mundo, tendo como seu principal importador a China. O segundo grão mais produzido pelo agronegócio brasileiro é o milho, que obteve significativo crescimento de produção nos últimos 20 anos, e em 2019 o Brasil passou a ser o maior exportador mundial. Outro produto importante na pauta de exportações brasileiras é o café, já que o país é o maior exportador e produtor mundial desse produto há décadas. O café foi responsável pelo país alcançar outro recorde em 2020.

Um dos marcos da modernização da agricultura brasileira foi a criação da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária). Sua criação foi necessária para fomentar a reestruturação produtiva no campo com a incorporação de tecnologia e a expansão da fronteira agrícola para o cerrado. Uma das consequências desse processo foi a adesão de métodos agrícolas que melhoram a qualidade do solo e de boas práticas agronômicas que possibilitaram o aumento da produtividade de diversas culturas. Outros avanços foram com relação ao desenvolvimento de defensivos agrícolas, máquinas e novas técnicas de irrigação e adubação.

O resultado da incorporação dessas novas tecnologias é o crescimento da importância da agropecuária na pauta econômica do país. Segundo a Cepea, em 2020 a agropecuária teve uma participação de 26,6% no produto interno bruto brasileiro. Os principais fatores que contribuíram para o crescimento do agronegócio nas últimas duas décadas foram o apoio governamental, pesquisa e desenvolvimento, novas tecnologias, expansão das fronteiras agrícolas para o Cerrado e outras regiões do país, o aumento da demanda externa para produtos agrícolas, disponibilidade de crédito rural e o interesse de produtores rurais em inovações.

Segundo a Embrapa, 36% dos agricultores brasileiros já usam ferramentas online, ou seja, o produtor brasileiro está cada vez mais adepto ao meio digital. Instituições como a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o Ministério das Relações Exteriores (MRE), a Apex-Brasil e a Embrapa promovem diversas ações para estimular a capacitação e o desenvolvimento dentro dos meios digitais.

Tecnologia e Futuro do Agro
O emprego da tecnologia na agropecuária foi importante para dar mais precisão nas operações: com a utilização de máquinas mais modernas e autônomas, houve um aumento da conectividade e da geração de dados sobre a atividade agrícola existente no país, fazendo com que a agropecuária passasse por um processo acelerado de digitalização, que incorporou diversas ferramentas que visam maior eficiência e redução de custos com a lavoura.

O futuro do agronegócio brasileiro deve continuar crescendo, acompanhando as tendências de expansão da demanda global. Todavia, fatores que podem influenciar esse crescimento são a importância da sustentabilidade, ou seja, aumentar a produção causando o menor impacto ambiental possível, a evolução do mercado internacional vai exigir cada vez mais profissionalismo da agropecuária e o setor das agrotechs deve crescer ainda mais, acelerando a incorporação da robótica e da inteligência artificial na agropecuária.

Comércio Exterior
Exportações do agronegócio atingiram US$ 10,9 bilhões em agosto. Somente em 2013, as exportações brasileiras do agro tinham alcançado a marca para o mês. A alta dos preços no mercado externo favoreceu o resultado. No acumulado do ano, as vendas externas do setor já somam US$ 83,6 bilhões, alta de 20,7% em comparação ao mesmo período do ano passado.

A recuperação da atividade econômica mundial, à medida que os países avançam em seus planos de vacinação, e a melhora das expectativas dos investidores e consumidores são consideradas os principais fatores do movimento de alta. Segundo a CNA, apesar dos bons números das exportações, ainda é necessário aumentar a oferta de outros produtos e para outros países.

Dentro da maior plataforma da América Latina para geração de negócios B2B internacionais, a B2Brazil, é possível que compradores e vendedores do agronegócio façam contato e muitas oportunidades de negócios são geradas diariamente.

Se sua empresa quer exportar, acesse agora https://b2brazil.com.br/ e participe do comércio internacional!

B2B Academy
B2brazil
Cursos CNI
marketing
marketing

Usuário Marketing

Você também pode gostar