Como reduzir custos na importação?

/ Por marketing

Thumbnail

A competitividade do Comércio Exterior exige minúcia, cautela e ao mesmo tempo rapidez.

Pensando nisso, listamos cinco dicas para reduzir custos nas importações.

DESEMBARAÇO ADUANEIRO EM ZONA SECUNDÁRIA
Zona Secundária ou Porto Seco são armazéns que estão longe dos portos e pontos de fronteira e, na prática, desempenham a mesma função destes ao controlar a entrada e saída de mercadorias importadas e exportadas.

É um meio viável pois há a possibilidade de retirada parcial de mercadorias. O importador consegue levar um contêiner até a zona secundária e liberar apenas uma parte das mercadorias, pagando proporcionalmente os impostos. Isso possibilita que o importador armazene nessas zonas a mercadoria que não precisará imediatamente.

FAÇA UM CHECKLIST DA DOCUMENTAÇÃO ANTES DO EMBARQUE
Em cada caso, certifique-se da emissão de todos os documentos necessários, pois qualquer falha pode aumentar os custos finais da operação e atrasar a liberação da mercadoria.

ATENÇÃO A CARGA DE ORIGEM 
A dica aqui é o embarque de mercadorias de dois ou mais fornecedores em uma única importação, para reduzir os custos fixos. É preciso atentar-se para a quantidade de mercadorias trazidas em cada importação e o impacto desses custos no valor unitário de cada produto.

DESPESAS OPERACIONAIS
Por serem mais flexíveis, analise com cautela quais despesas na operação podem reduzir o custo final da importação. Pesquise bastante antes de acordar o melhor orçamento, em especial, para o frete e seguro internacional e nacional, as despesas bancárias e portos que fornecem taxa de armazenagem mais baixas.

Simule a cotação do frete internacional considerando o tempo máximo de trânsito (Transit Time), se aceita ou não embarque parcial e transbordo. Considere também se permite abertura de container no porto de transbordo, para carga consolidada (LCL), e em qual parte da rota pode ser feito por Trânsito Aduaneiro.

CONTE COM UM SUPORTE INTEGRADO
Em um mundo cada vez mais dinâmico, é preciso agilizar as operações para otimizar o desempenho. Muitas vezes, terceirizar o operacional com especialistas pode ser uma grande vantagem. Confira algumas soluções oferecidas para que o processo de exportação e importação seja simplificado:

  • Operacional/logístico: desembaraço aduaneiro, suporte operacional, logística, frete e armazém
  • ​Registro de empresa e regularização de produtos junto à FDA
  • Suporte comercial e nas negociações
  • Licenças: classificação fiscal e certificações 
  • Outros serviços: representação local no mercado internacional, plano de internacionalização da empresa, serviços de negócios, preparação para feiras e viagens de negócios


Ficou interessado em contar com um apoio especializado, que facilite suas operações de Comércio Exterior?
Entre em contato com nosso departamento B2BTradeCenter https://b2brazil.com.br/hotsite/b2btradecenter.

B2B Academy
B2brazil
Cursos CNI
marketing
marketing

Usuário Marketing

Você também pode gostar