Brasil tem novo acordo comercial assinado com a China

/ Por marketing

Thumbnail

O Acordo de Reconhecimento Mútuo (ARM) entre o Programa de Gerenciamento do Credenciamento de Empresas da China e o Programa Operador Econômico Autorizado do Brasil (OEA), foi assinado com a presença dos Presidentes das nações brasileira e chinesa durante uma cerimônia em Beijing, na China.

O Programa de Operador Econômico Autorizado (OEA) é uma ferramenta de facilitação de comércio, que está previsto pela Estrutura Normativa para Segurança e Facilitação do Comércio Global (SAFE) da Organização Mundial de Aduanas (OMA).

Os acordos podem ser assinados por países parceiros que possuem um programa de OEA e seus principais objetivos são:

·         Reconhecimento das certificações OEA emitidas pela Aduana do outro país;

·         Tratamento prioritário das cargas e consequente redução de custos associados à armazenagem;

·         Comprometimento recíproco da oferta de benefícios comparáveis;

·         Previsibilidade das transações;  
·         Melhora na competitividade das empresas OEA no comércio internacional.


O Acordo entre as nações chinesa e brasileira foi assinado pelo ministro chinês, Ni Yuefeng, e o Coordenador-Geral de Administração Aduaneira, auditor-fiscal Jackson Aluir Corbari, representante do Brasil na ocasião.

A China é o maior parceiro comercial do Brasil e, em 2018, 3.600 empresas brasileiras registraram 80 mil declarações de exportação para a China, totalizando quase US$ 64 bilhões, equivalente a 26,7% da totalidade de nossas exportações. Em relação às importações representam 19,2%, no valor de US$ 27,12 bilhões. No comércio Brasil e China, o superávit é do Brasil, de quase US$ 30 bilhões.


A B2Brazil tem parcerias na China e está preparada para ajudar pequenos e médios empreendedores brasileiros a participarem do comércio internacional. São mais de de 130 mil empresas de todo o mundo registradas e fazendo negócios entre si. 

Fale com nossa equipe.

 

Fonte - Site do Governo Federal 

B2B Academy
B2brazil
Cursos CNI
marketing
marketing

Usuário Marketing

Você também pode gostar