Brasil é destaque do G20 no primeiro quadrimestre

/ Por marketing

Thumbnail

FÔLEGO NO TEMPO CERTO 

Em meio ao cenário desfavorável, uma notícia dá fôlego para a economia do país. O Brasil foi o único, dentre as vinte maiores economias do mundo, que elevou suas exportações no primeiro quadrimestre. Houve alta de 5,9% em relação ao mesmo período do ano passado, o que representa um acumulado de US$ 31,4 bilhões, de acordo com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Além do aumento no volume de exportação, o Brasil obteve recorde histórico para meses de maio nos embarques de soja (15,5 milhões de toneladas), petróleo em bruto (8,4 milhões de toneladas), açúcares e melaço (2,7 milhões de toneladas), farelo de soja (2 milhões de toneladas), óleos combustíveis (1,6 milhão de toneladas), carne de aves (373 mil toneladas), carne bovina (155 mil toneladas) e café (216 mil toneladas). 


BRASIL E CHINA: DOIS GIGANTES COMERCIAIS 

A China, mesmo sofrendo com os abalos econômicos da pandemia, não deixou de ser um parceiro essencial na importação de produtos nacionais. Vale ressaltar que os asiáticos correspondem a mais de 47,2% do total das exportações brasileiras. A situação se torna mais positiva se considerarmos que a Ásia deve sair da crise antes das outras regiões do planeta, o que ajudará a reduzir os efeitos de uma recessão. 

Nos últimos anos, o Brasil tem diversificado o número de produtos exportados à China. Mesmo assim, a maior parte das exportações são de produtos primários, o que implica em uma necessidade do país se estruturar para possibilitar aos outros setores grandes volumes de divisas com essa parceria. 


EXPECTATIVAS PARA 2020 

Ser positivo no meio de tantas incertezas econômicas, pode soar um tanto precipitado.Todavia​, ​até o fim do ano o agronegócio tende a trazer boas-novas para a balança comercial do país. Isso porque produtos como soja, suco de laranja, carnes de boi, frango, café, açúcar e milho possuem uma grande demanda e, assim, são menos sensíveis aos efeitos da crise.

É inegável que a balança comercial brasileira sentirá os impactos da atual situação que o mundo vivencia. Entretanto, as projeções demonstram que sobretudo os setores de bens alimentícios vem fazendo seu papel e provando o seu importante legado na economia nacional. 


Sua empresa também pode exportar e ter um crescimento de oportunidades de negócios internacionais!

Na B2Brazil, oferecemos soluções para empresas ingressarem no mercado internacional ou alcançarem novos mercados. Com uma base que ultrapassa 155 mil empresas brasileiras e internacionais, você possui as ferramentas necessárias para ofertar seus produtos aos compradores do setor e contatar fornecedores de diversos países.

É hora de criar oportunidades e avançar! E nossa equipe está pronta para ajudar sua empresa!

B2B Academy
B2brazil
Cursos CNI
marketing
marketing

Usuário Marketing

Você também pode gostar