A imagem do Brasil para o mercado internacional agropecuário

/ Por marketing

Thumbnail

O Brasil é líder em exportações de produtos agropecuários, a exemplo da soja e carne bovina. Essa marca positiva é resultado de anos de muito trabalho e desenvolvimento, além de ser uma posição que exige do país um nível de melhoria contínua e grandes desafios internos e externos.

Neste post, separamos algumas questões essenciais para a manutenção da imagem internacional da agropecuária brasileira nos próximos anos. 

PANORAMA DO SETOR 
Para uma visão geral do impacto do comércio agropecuário, o número de exportações desse mercado cresceram 17,5% no primeiro quadrimestre do ano passado em relação ao mesmo período de 2019. Em 2020, o Brasil bateu recordes sequenciais de superávit na balança comercial puxado pela alta do dólar e a forte demanda externa. 

Por falar na procura do setor externo por produtos primários brasileiros, o mercado chinês foi essencial para manter esse alto padrão, totalizando mais de 47,2% das exportações no ano passado. 

Em 2021, os olhos estão voltados para a safra de grãos de soja e milho, com o esperado de 268,9 milhões de toneladas. 

Como já se sabe, a economia impacta diretamente a agropecuária (e vice versa). Sendo assim, as projeções iniciais para a taxa básica de juros (Selic) estão entre 2,75% a 3%. O dólar, por sua vez, inicia o ano estimado em R$5,20, semelhante às cotações dos últimos meses, o que favorece altos índices de superávits nos primeiros meses do ano.


ADAPTAÇÕES
Um dos desafios que tendem a inviabilizar o setor é a pauta ambiental. Em 2020 muitos países adotaram políticas visando a preservação do meio ambiente, o que indica a perda de força do 'business as usual’. O Brasil, enquanto for resistência dessa demanda global, fica passível a sofrer boicotes na agropecuária que é um setor-chave da sua economia.

O PÓS-PANDEMIA 
Em tempos de pandemia, o desafio de plantar, cuidar, exportar e manter uma imagem de qualidade no exterior aumenta. Por isso, a pressa pelo início da vacinação no país significa um alívio para os resultados da agropecuária. Mas, o pós-pandemia também requer tempos de cuidado em outras áreas.

A curto prazo, há a necessidade de prorrogação dos financiamentos e de crédito novo aos produtores rurais, que são alternativas para o setor caminhar novamente passam pela manutenção de parcerias econômicas de peso (como EUA, China e Japão) e diversificação da pauta exportadora. 

Com segmentos variados, alguns setores podem apresentar resultados destoantes, como o setor de Café que se saiu razoavelmente bem em 2020. Foram 33,5 milhões de sacas, alta de 36% comparado ao ano anterior. 

Geograficamente falando, uma região que pode ajudar na retomada do setor é o Estado do Paraná. A venda de produtos agropecuários para o mercado de países árabes atingiu US $1,1 bilhão em exportações, de janeiro a novembro de 2020, segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 

Ainda, a carne de frango, açúcar e celulose lideram as exportações de produtores do Paraná para o Oriente Médio. Para que essa contribuição seja mantida, o Brasil precisa aproximar sua relação com o consumidor final, investindo na identidade para demonstrar o diferencial que faz o produto brasileiro ser uma referência global.

Vale salientar que a promessa do setor se consolidará se acompanhada do investimento do pequeno ao grande produtor rural e adoção de políticas sustentáveis. Práticas cruciais para que a imagem do Brasil no comércio agropecuário internacional permaneça positiva e o país colha os frutos desse esforço. 


NOVAS PARCERIAS 
Para ter resultados potencializados e consistentes, é de suma importância fazer negócio com os parceiros certos e de forma adequada ao seu propósito (atual e de crescimento). A maior plataforma online para negócios B2B da América Latina te conecta com parceiros do mundo todo fazendo o seu negócio alcançar o patamar que realmente merece!

Quer saber mais? Clique aqui para conhecer nossas soluções

B2B Academy
B2brazil
Cursos CNI
marketing
marketing

Usuário Marketing

Você também pode gostar